Aranha Marrom


Das inúmeras espécies de aranha do Brasil apenas aquelas pertencentes ao gênero Phoneutria, Lycosa e Loxosceles são venenosas pela sua picada. As aranhas são animais da classe dos Aracnídeos, sendo conhecidas aproximadamente 35.000 espécies. O maior número de acidentes é provocado pela Aranha Armadeira, por ser agressiva e frequente em residências. A Aranha Marrom é considerada a mais venenosa. As aranhas peçonhentas não fazem teias, exceto a Marrom; sua teia é irregular e semelhante a um chumaço de algodão.
A Aranha Marrom possui hábitos noturnos, só pica quando não há possibilidade de fuga, por isso os acidentes mais comuns ocorrem quando a vítima esmaga uma contra o corpo ao se vestir. Vive no meio das folhas e tijolos e à noite sai para alimentar-se.
Em casos de picada (casos mais graves) a dor no local é intensa, surge febre e mancha roxa. A urina torna-se escura e nesta fase as complicações renais põem a vida da vítima em risco.
Decorrido algum tempo é comum o aparecimento dos seguintes sinais e sintomas:
•Dor local
•Inchaço
•Vermelhidão
•febre (em alguns casos)
•Crostas escuras e duras são comuns nos locais da picada sendo possível encontrar ainda, áreas arroxeadas, bolas e gangrena local
•Urina com sangue é uma característica tardia.
Procedimentos em caso de picadas de aranha-marrom:
•Proceda a sucção, e leve a pessoa ao hospital. O veneno é bastante ativo, podendo produzir lesões cutâneas necrosantes
•Tratamento: Soro Antiloxoscélico
•Aplicar imediatamente bolsas de gelo sobre o lugar da picada. O médico indicará como acalmar a dor e outros sintomas que possam aparecer
•Quando se conhece o gênero a que pertence a aranha, deve-se administrar o soro correspondente (soro antictênico ou antilicósico do Instituto Butantã). Caso não se conheça, dar o soro misto (soro antictênico-licósico do Instituto Butantã)
•Injetar uma ampola por via subcutânea
•Procure serviço especializado em toxicologia, geralmente existente dentro do serviço público de saúde
Como evitar acidentes por aranhas
•Manter jardins e quintais limpos. Evitar o acúmulo de entulhos, lixo doméstico, material e construção nas proximidades das casas, inclusive terrenos baldios
•Evitar folhagens densas (trepadeiras, bananeiras e outras) junto às casas; manter a grama aparada
•Em zonas rurais, casas de campo, sacudir roupas e sapatos antes de usar
•Não pôr a mão em buracos, sob pedras, sob troncos "podres"
•O uso de calçado e de luvas pode evitar acidentes
•Vedar as soleiras das portas e janelas ao escurecer


Fonte: Luiz Henrique Lopes

Comentários

  1. A mais de 3 meses, notei que entre o joelho e o pé direito, as vezes dava uma coceira que a principio não me incomodava, chegando a ferir a pele, só estranhei porque eu sempre tive uma cicatrização muito rápido para qualquer tipo de corte e esse demorou, e depois de cicatrizar apareceu alguns pequenos caroços e voltou a coçar, sábado passado (30/07/16) eu vi uma aranha com as características da marrom, tentei pegar ela viva mas como ela foi muito rápida eu matei, e hoje sábado (06/08/16) enquanto fazia uma arrumação em um espaço que era um banheiro e hoje uso com um deposito notei próximo ao teto uma teia todo deformada como algodão esfiapado, apliquei veneno nesse ambiente e isolei a porta até repetir a aplicação de veneno mais umas três ou quatro vezes.
    A minha duvida é mesmo depois de mais de 3 meses ainda tenho que tomar algum tipo de soro ou é melhor procura um médico, e qual é a especialidade desse médico.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas