Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Ocupação na Mata Atlântica fez sumir metade das populações de mamíferos

A vegetação que cobria toda a costa brasileira hoje está restrita a pouco mais de 12% do seu tamanho original, e vários estudos já haviam documentado a perda de espécies. O novo trabalho, no entanto, publicado nesta terça-feira, 25 setembro 2018, na revista PLoS ONE, inova na escala geográfica, ao estimar a situação das espécies de médios e grandes mamíferos de norte a sul do bioma de modo comparativo, mostrando onde a situação está pior e melhor – ou menos pior. “Não estamos documentando nenhuma extinção em escala regional ou de bioma, mas milhares de eventos de extinções locais”, explica o biólogo Carlos Peres, da Universidade de East Anglia, no Reino Unido, e um dos autores do trabalho. Os pesquisadores, liderados por Juliano Bogoni, hoje pós-doutorando na Esalq/USP, trabalharam com um “índice de defaunação” para examinar a perda de espécies entre quase 500 conjuntos de espécies de mamíferos de médio a grande porte ao longo e observaram que os índices são altos – mais de 50% – para a…

Últimas postagens

Corrupção Verde: aqui começa a prática criminosa que contaminou o país

Mudanças climáticas ameaçam valor nutricional de alimentos

Ministério Público Federal recomenda que licenciamento ambiental não seja fracionado

Humanos colocam em perigo um terço das reservas naturais da Terra

Sítios com espécies sob risco terão políticas de conservação

Água no Brasil: Insípida, incolor, inodora e com agrotóxicos

Você acredita em sustentabilidade

A trilha da sustentabilidade

Erga o copo e brinde aos rios

Dia Mundial do Meio Ambiente